personal branding

Tenho certeza que você conhece profissionais incríveis, que tem uma carreira fantástica, onde tudo parece dar certo, e que nos passam a impressão de que a “sorte sempre conspira a favor deles” não é mesmo? Afinal, eles são sempre escolhidos para integrar uma nova empresa, com cargos mais altos, salários melhores, são os que recebem viagens da empresa pelo reconhecimento do seu trabalho. Enfim, esses profissionais estão sempre com um sorriso no rosto, são sempre otimistas, felizes e parece não ter problema algum. São aqueles que parecem ter seu personal branding (marca pessoal) de acordo com o seu propósito.

No entanto, eu também tenho certeza que você conhece muitos profissionais (a grande maioria na verdade), que parece que não deu certo na vida. Estão sempre reclamando de algo, da empresa, da crise, do governo, do chefe que é chato, dos clientes que não querem comprar dele e que são mesquinhos, enfim, a vida parece sempre conspirar contra eles, e a sorte nunca está do seu lado, porque sempre tem alguém querendo derrubá-los e eles se sentem injustiçados sempre.

Neste momento você deve estar afirmando: O mundo é assim! Uns vencem e outros perdem, uns tem sorte e outros não. Eu te pergunto: Será que é isso mesmo?  Eu acredito em sorte, mas ela não é tudo. O profissional que deseja ter sucesso deve sair do papel de vítima da sociedade, do governo, da crise, da empresa e tomar as rédeas da sua vida em suas mãos e alavancar a sua carreira.

Você deve estar se perguntando: ok, mas como isso é possível? O que eu preciso fazer para me destacar? É nessa hora que entra o PERSONAL BRANDING que eu falei anteriormente.

Mas o que é Personal Branding?

Personal Branding é a gestão da sua marca pessoal, onde os seus talentos, as suas maiores competências e o seu DNA são descobertos e através de uma estratégia de reposicionamento e comunicação da sua marca do mercado, você consegue se destacar no mercado, dar uma guinada na sua carreira e obter reconhecimento profissional.

Arthur Bender, um dos maiores especialistas em Personal Branding do país já afirma que: “Quem não sabe para onde quer ir, vai parar em qualquer lugar”, e essa constatação é muito triste, mas real. Pior do que não saber gerenciar a sua marca pessoal, é você não ter a mínima ideia do que está fazendo com a sua marca pessoal, e nem para onde a sua carreira o está levando.

O primeiro passo é você se perguntar: Onde eu quero chegar?

Pare de ler por um segundo e pense: Quanto tempo eu não me faço essa pergunta? Pouquíssimos tem sorte, a grande maioria acaba em profissões e cargos que não gosta, que nunca escolheu, fazendo tarefas que o deixam cada vez mais deprimidos e com baixa autoestima, porque não investem em descobrir seus talentos, isto é, no que eu sou bom. Washington Olivetto, publicitário respeitado e reconhecido como um dos melhores do mundo diz: “Cada pessoa nasce para uma coisa na vida, mas poucos têm sorte de descobrir qual é essa coisa, e por isso são poucas as pessoas que são felizes e bem sucedidas em seu trabalho”.

Mas hoje já é possível descobrir esse dom, o que eu nasci para fazer através do Personal Branding como estratégia de carreira, afinal, é feito uma análise profunda de toda a tua “persona” e então adotada uma estratégia de gestão da sua carreira, onde será definido junto com você se você deve permanecer ou trocar de carreira, como fazer isso, à curto, médio e longo prazo, como te reposicionar, bem como adotar uma estratégia em relação ao que comunicar de forma que você aumente nos outros a percepção de confiança, valor e construa uma reputação que valide ainda mais a sua marca pessoal. Com isso, além de você passar a agregar valor a sua marca pessoal, você passa a se sentir mais feliz, pois estará atuando diretamente com os seus dons, isto é, seus talentos e isso trazem uma enorme satisfação, felicidade e consequentemente, reconhecimento profissional e sucesso.

2 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] sua marca pessoal diz muito sobre você e o seu negócio. Ao passar pelo processo de consultoria de personal branding, você se conhecerá melhor, saberá quais são os seus pontos fortes e poderá usá-los a seu […]

  2. […] Investir em personal branding significa planejar e executar a gestão da sua marca pessoal, colocando em destaque as suas habilidades e características profissionais as quais será referência e autoridade. Com ele, você consegue trabalhar a forma como o mercado e os profissionais à sua volta reagirão e ponderar sobre suas contribuições. […]

Os comentários estão fechados.