Historicamente, a liberdade feminina precisa de muita luta para ser conquistada. O patriarcado sempre fez o que pôde para oprimir mulheres ao redor do mundo. Mesmo assim, contra tudo e contra todos, elas vêm conquistando espaços e passando adiante a mensagem de que uma mulher pode ser o que quiser. Quer saber mais sobre como fazer as próprias escolhas e obter autonomia? Confira o texto, a seguir!

A mulher pode ser o que quiser

Por muitos e muitos séculos, as principais culturas têm sido, predominantemente, patriarcais. A valorização masculina tem sido ativa em diversos aspectos da vida cotidiana — seja nas relações familiares, no ambiente de trabalho ou na comunidade como um todo.

Como consequência, as mulheres deixaram de ter direito de escolha em áreas importantes de suas próprias vidas. Após várias lutas travadas por diferentes gerações de mulheres guerreiras, o cenário vem mudando. Hoje em dia, elas podem ser autônomas em suas escolhas, além de estarem ganhando mais visibilidade na sociedade.

É importante que a mulher entenda que ela pode ser o que quiser. Assim, conseguirá abrir portas que, sequer, imaginava na sua vida, além de inspirar a comunidade feminina e as gerações futuras. Quer ser cientista, CEO ou dona de casa? Vá em frente! O principal é saber que a escolha é sua!

É possível entrar em áreas de atuação predominantemente masculinas

Existem áreas que sempre foram vistas como predominantemente masculinas, como o mercado financeiro, engenharia e aviação. Recentemente, porém, as mulheres têm ganhado espaço em carreiras inusitadas. Ao ingressar nessas áreas, porém, é preciso estar preparada para lidar com o machismo diariamente.

Mas, com persistência, determinação e bastante estudo, é possível se destacar, independentemente das circunstâncias. Se você tem interesse por alguma área de trabalho dominada por homens, não se deixe intimidar. Não se esqueça de que a primeira pessoa no mundo a ganhar dois prêmios Nobel em áreas científicas diferentes foi uma mulher: Marie Curie.

A importância de ter a própria opinião

Para vencer os desafios impostos pela sociedade patriarcal, a força de vontade, sozinha, não é suficiente. É preciso buscar bastante conhecimento e ter a própria opinião para combater o machismo e saber se defender. Pesquise sobre e consuma conteúdos de mulheres influentes.

Além de adquirir mais lucidez, você incentivará o trabalho delas e dará força para que se mantenham no mercado. Busque fontes diversas e confiáveis de informações e leia livros escritos por mulheres.

Usufrua de todas as ferramentas que estejam à sua disposição e se arme com o conhecimento. Ninguém é capaz de parar uma mulher com plena consciência de que ela pode ser o que quiser!

Ser independente não significa, necessariamente, ter uma carreira de sucesso com um bom salário, mas sim, ter a possibilidade de escolha. Isso é essencial para que uma mulher se torne protagonista da sua própria vida e ocupe os espaços que desejar.

Não importa a sua origem, idade, ou orientação sexual: seja livre para viver a sua vida como desejar. E não se esqueça: toda mulher pode ser o que quiser.

Gostou do conteúdo? Assine a nossa newsletter e receba novidades em primeira mão!