marca pessoal

Muitas pessoas já ouviram falar sobre personal branding, mas não sabem como ele funciona e, principalmente, como a sua marca pessoal desalinhada pode estar impedindo seu crescimento profissional.

Está precisando virar a página e ganhar destaque no mercado por seus conhecimentos e diferenciais? Eles têm muito valor e, muitas vezes, eles só precisam ser colocados em evidência!

Neste post, vou te mostrar algumas informações e dicas para colocar sua marca pessoal em foco. Confira!

Você sabe como o personal branding pode te ajudar?

Investir em personal branding significa planejar e executar a gestão da sua marca pessoal, colocando em destaque as suas habilidades e características profissionais as quais será referência e autoridade. Com ele, você consegue trabalhar a forma como o mercado e os profissionais à sua volta reagirão e ponderar sobre suas contribuições.

Afinal, se você é uma pessoa confiável, segura e inspiradora, precisa que isso seja reconhecido, não é mesmo? Porém, quando falamos em reconhecimento, falamos para além dos elogios. Ter um cargo ou tarefa que exige determinadas características sendo delegado para você também é uma demonstração muito relevante da sua capacidade profissional — assim como promoções e bonificações, é claro!

Sabia que marketing pessoal e personal branding são coisas diferentes?

O personal branding trabalha as percepções do mercado e dos demais profissionais sobre você. Já o marketing pessoal coloca em destaque seus diferenciais para que eles sejam oferecidos a quem possa interessar.

Para ficar claro, pensemos assim: uma designer gráfica precisa ser criativa e comprometida com os prazos e resultados. Tais características serão trabalhadas no personal branding, fazendo com que a profissional se torne uma referência nesses aspectos.

Porém, ela também precisará dominar algumas ferramentas de edição de imagem e falar inglês, por exemplo. Então, o marketing pessoal, em diversos formatos, tratará de deixar essas habilidades bem claras para que os gestores e contratantes entendam que a profissional pode satisfazer tais necessidades e requisitos.

Que tal contar com 4 dicas para desenvolver sua marca pessoal?

Com o último exemplo, fica claro que não dá para apostar no marketing pessoal e esquecer do seu branding. Então, para investir em sua marca pessoal, dê uma olhada nas dicas práticas a seguir!

1. Identifique quais são suas habilidades e capacidades

Ao pensar em competências, o foco não deve ser nos requisitos de um cargo ou como os outros profissionais fazem determinada atividade. Em vez disso, foque nas suas habilidades e nas capacidades que te habilitam a fazer o mesmo — mas de forma diferente ou melhor.

Depois disso, invista nesses pontos para que eles sejam aprimorados cada vez e se destaquem positivamente no mercado.

2. Crie um slogan pessoal

Um slogan é aquela frase memorável que descreve um produto ou serviço em poucas palavras, mas de forma intensa e marcante. Você não precisa sair falando para todos, mas pode usá-lo como um guia pessoal de como investir em seus contatos e aprendizados.

O meu, por exemplo, é “Mara Lauxen, estrategista em personal branding e carreira”. Reflita bastante em relação como quer ser reconhecido e foque sua frase pessoal nisso, combinado?

3. Mantenha sua marca pessoal concentrada

É tentadora a possibilidade de ser referência profissional para diversas áreas, empresas e cargos, mas isso não trará especialização. Por isso, tente focar em um objetivo de cada vez. A segmentação é uma estratégia essencial para conseguir focar em algo e garantir excelência no que se propõe a fazer.

4. Desenvolva um storytelling sobre sua marca pessoal

O storytelling é um recurso utilizado para transmitir mensagens importantes por meio de uma história — e sua carreira é uma bem interessante de se contar, concorda?

Contudo, pensando de forma estratégica, essa construção da história também deve considerar as sensações que vai causar em quem a acompanha, ter uma a linguagem alinhada, etc.

Se você quer se destacar em um ambiente extremamente formal, por exemplo, deve cuidar para que seu enredo, personagem e linguagem sejam completamente condizentes com a atmosfera em questão.

Esses pontos são uma parte importante da linha do trabalho que desenvolvo nas consultorias individuais de personal branding E sabe o que é bacana? Percebemos que a marca pessoal aprimorada dos clientes projeta muito mais credibilidade e, por consequência, reconhecimento e oportunidades.

Então, sente que é o momento de trabalhar sua marca pessoal, com soluções de personal branding alinhadas aos seus desafios profissionais? Vamos conversar sobre isso! Aguardo seu contato!

3 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] essas ações que mencionei até agora estão relacionadas ao seu branding — ou o valor da sua marca pessoal. Isso mesmo! Todo profissional tem uma marca, e desenvolver o seu diferencial no mercado de […]

  2. […] são sempre otimistas, felizes e parece não ter problema algum. São aqueles que parecem ter seu personal branding (marca pessoal) de acordo com o seu […]

  3. […] tenham chegado no topo, mas o sucesso tem muito a ver com a autoconfiança, o investimento em uma marca pessoal e o desenvolvimento de habilidades específicas. Com trabalho consistente e um bom preparo, você […]

Os comentários estão fechados.