Divergindo da maioria das produções de época, o filme Adoráveis Mulheres, da diretora Greta Gerwig, traz um frescor e aborda o papel da mulher na sociedade em diversos âmbitos de forma interessante e leve.

A trama é adaptada do romance “Mulherzinhas”, publicado em 1868 por Louisa May Alcott, e retrata a vida das irmãs Jo, Beth, Meg e Amy durante seus processos de amadurecimento.

Indicado ao Oscar 2020, o filme é repleto de lições importantes sobre o que é ser mulher, por isso, resolvi criar este post listando algumas delas. Ficou interessada? Então, continue a litura!

1. Você não precisa ser o que as pessoas esperam de você

Adoráveis Mulheres retrata a vida de quatro irmãs que buscam ascender profissionalmente por meio da arte. No entanto, todas elas são plenamente conscientes de sua posição enquanto mulheres na sociedade e do que é esperado delas.

Amy, por exemplo, tem consciência de que um casamento por status é sua única esperança de ascender socialmente. Meg, contrariando as expectativas, desiste dos palcos e se casa com um professor pobre, declarando que sonhar em constituir uma família não a diminui como pessoa. Jo, por outro lado, mantém-se firme em seu desejo de se tornar escritora e de assumir seu protagonismo enquanto mulher.

Apesar de terem objetivos e decisões diferentes, nenhuma das irmãs é tratada como vilã e não existe um conceito de certo ou errado ao longo do filme. Todas as personagens fazem suas próprias escolhas, independentemente do que é esperado delas.

2. Você não é inimiga das outras mulheres

Uma história composta principalmente por personagens femininas sempre corre o risco de cair no famoso clichê de rivalidade e comparação, contudo, isso não acontece em Adoráveis Mulheres.

Cada irmã March tem sua personalidade bem definida e seus próprios conflitos, que, na maioria das vezes, não são relacionados a um interesse amoroso.

Uma prova de que a irmandade das meninas vai além dos laços de sangue é quando Amy relata a Jo que está em um relacionamento com o antigo interesse amoroso da irmã. A reação é bem diferente do esperado, por exemplo, na teledramaturgia. Não existe um grande conflito ou planos de vingança, apenas apoio e compreensão.

3. Não tenha medo de ter os seus próprios sonhos

Nenhum sonho é mais importante do que outro — essa é umas das principais lições de Adoráveis Mulheres. Cada irmã, com seu temperamento e aptidão, tem sua própria transição para a vida adulta e está em um processo diferente.

Meg, ao declarar para Jo que, ao invés de virar atriz, na verdade tem o sonho de se casar e constituir uma família deixa claro que seu sonho não é menor ou menos importante do que o da irmã, que foca na carreira. Portanto, independentemente de qual seja seu sonho, não tenha medo de dar um voto de confiança a ele e ir atrás do que deseja.

O filme Adoráveis Mulheres não tem medo de discutir o papel da mulher na sociedade, porém, faz isso sem perder a leveza e o resultado é incrível. É uma verdadeira aula de empoderamento feminino! Para quem ainda não assistiu, a obra pode ser encontrada na HBO GO, no Google Play e no Itunes.

Gostou do post? Compartilhe nas redes sociais e discuta o assunto com suas amigas!

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *