empreendedorismo-feminino

Sempre ouvimos muito sobre a vocação dos brasileiros para empreender, das dificuldades para conseguir crédito no mercado e como a carga tributária no Brasil inviabiliza muitos negócios. Mas apesar do cenário adverso, o empreendedorismo feminino continua crescendo.

No mundo dos negócios, aliás, além dos desafios tradicionais da concorrência e custos envolvidos, as mulheres ainda enfrentam discriminação de gênero e outros comportamentos limitantes enraizados na sociedade. Mas, ainda assim, elas continuam a luta.

E sabe por que e de onde tiram tanta força? Neste post, eu trouxe um breve histórico desses avanços, os desafios enfrentados e como eles podem, um a um, ser derrotados pelas mulheres. Boa leitura!

Crescimento do empreendedorismo feminino

Empreendedores são agentes de desenvolvimento econômico que criam inovações capazes de gerar negócios e movimentar a economia. São empresários ou executivos de organizações que, em suas atribuições, promovem mudanças.

Esse perfil vem sendo observado na evolução do mercado desde os primórdios, mas, particularmente no caso das mulheres, foi intensificado quando a revolução industrial diminuiu a importância da força braçal e valorizou o potencial intelectual.

Os períodos de guerras na Europa também fizeram com que as ausências masculinas fossem substituídas por mulheres que demonstraram sua eficiência na execução das tarefas. Porém, sua força de trabalho era tida como inferior. Começavam aí os movimentos por igualdade de gênero.

Acesso à educação, benefícios, direitos iguais e muitas outras bandeiras foram levantadas. Esses movimentos garantiram que as gerações seguintes pudessem fortalecer, quebrar preconceitos e avançar, mas é claro, ainda sem poder parar a luta.

Empreendedoras e executivas na atualidade se beneficiaram de tudo que as mulheres do passado brigaram por elas e fizeram valer cada esforço. Em 1991, por exemplo, números sobre a educação já demonstravam que o público feminino havia ultrapassado o masculino em grau de instrução.

Os empreendimentos e o número de mulheres apontado como principais responsáveis pelas finanças do lar também cresceram e continuam aumentando, mesmo com os novos desafios do mercado.

Desafios enfrentados no mundo dos negócios

Na atualidade, as mulheres precisam lidar com suas múltiplas jornadas, seja com a família, seja com seus estudos. Elas sabem que as responsabilidades com filhos e a casa são do casal, mas, em alguns casos e situações, ainda precisam reafirmar tal posição.

Os preconceitos, com a sociedade cada vez mais polarizada, ficam ainda mais em evidência. A mulher que decide investir em sua carreira é taxada de egoísta e insensível, por exemplo.

Além disso, as escolhas do mercado ainda favorecem os homens nas questões salariais ou promoções. Em muitos casos, tais injustiças são justificadas com pensamentos errôneos de que a decisão considerou o que seria melhor para a mulher.

Práticas para o fortalecimento do empreendedorismo feminino

Se você vive seu momento profissional e ele traz desafios como esses, procure fortalecer seu empreendedorismo feminino com mudanças de pensamento e comportamentos.

Desenvolva a autoconfiança

Lidar com comportamentos opressores e intimidatórios pode ser emocionalmente desgastante. Para evitar que isso a afete, trabalhe suas habilidades, torne-se melhor profissionalmente. Além disso, recorra a sentimentos que você vivenciou no passado para motivar.

Faça com que seus desafios profissionais sejam menos intimidatórios ao dividi-los em pequenos objetivos e, sempre que concluir mais uma etapa, comemore o sucesso. Pensamentos sempre positivos.

Mude seu mindset

A proposta de mudar o mindset ficou corriqueira e poucas pessoas refletem sobre esse convite. Ele significa mudar sua linha de pensamento padrão e encontrar pontos que antes não estavam claros e podem ser o grande diferencial.

Entenda e use seus pontos fortes e únicos

Nessa mudança de mindset, procure desenvolver sua inteligência emocional, comportamental e, então, identificar seus pontos fortes e únicos que fazem de você uma profissional diferenciada.

Fortaleça seu networking com outras mulheres empreendedoras

Networking, em sua essência, é uma rede de contatos que, quando bem gerenciada, pode gerar negócios, certo? Mas para o empreendedorismo feminino ele vai ter outro significado, o de Master Mind, que é a união de pessoas com o mesmo perfil e pensamento.

O perfil das profissionais mulheres, aliás, é único. Elas são muito mais organizadas, analíticas, pensam estrategicamente, mas, ao mesmo tempo, têm o lado da empatia e simpatia muito mais aflorado, uma combinação perfeita para o empreendedorismo feminino.

É claro que, além de fortalecer esse pensamento, é preciso potencializar seus diferenciais e saber como colocá-los a seu favor, certo? Para isso, uma consultoria de Personal Branding e Carreira pode ser muito estratégico.

Quer saber como isso pode potencializar seu empreendedorismo feminino? Então, faça contato agora mesmo com minha equipe de consultores e tire suas dúvidas.