Empoderamento profissional significa dar ferramentas e liberdade para que os colaboradores da empresa possam tomar decisões sem o aval de um supervisor.

É uma forma de agilizar processos, otimizar os resultados e explorar as potencialidades de cada profissional, afinal de contas, uma vez incentivados a agirem de forma autônoma, suas performances e capacidade de inovar se potencializam cada vez mais.

Mas, como personalizar esse incentivo para as mulheres e alinhar essa pauta com o empoderamento feminino? Neste post, trouxe algumas resoluções para que a valorização do potencial de suas profissionais seja trabalhada com sucesso. Confira.

Fortaleça a confiança das mulheres no ambiente de trabalho

É importante saber que existem mulheres que se sentem desvalorizadas, subjugadas e preteridas no ambiente de trabalho, mas que não associam tal condição com atitudes dos colegas e gestores do sexo masculino.

Portanto, é essencial ampliar suas percepções e fazer com que elas identifiquem até que ponto seus colegas são, de fato, melhores que elas tecnicamente, e, a partir de onde, a falta de equidade entre gêneros pode estar acontecendo.

Isso ajudará no fortalecimento da confiança que elas precisam ter em suas habilidades e diferenciais, e, também, enxergar estrategicamente onde podem se desenvolver para serem cada vez melhores.

Assegure a igualdade de gênero dentro da empresa

Essa conscientização e engajamento das profissionais, no entanto, precisa acontecer em sintonia com um ambiente de trabalho igualitário, que proporcione oportunidades e valorize igualmente as performances de homens e mulheres.

Avalie as diretrizes do negócio, como está a distribuição de cargos, quais os benefícios são oferecidos aos colaboradores e como os processos seletivos e de promoção são realizados. Depois, elimine qualquer critério que possa favorecer o profissional, a não ser aqueles diretamente ligados a sua capacidade e performance.

Crie políticas para o empoderamento profissional e feminino

Embora este texto aborde o empoderamento profissional, é importante ter um foco diferenciado para o público feminino quando a temática é corporativa.

Isso porque o empoderamento feminino pode ser entendido como uma série de atitudes que valorizam e promovem o autorreconhecimento do “ser mulher”. Elas precisam sentir orgulho e compreender que é isso que a torna especial.

Por isso, criar políticas, ações e movimentos internos para a valorização da mulher e suas habilidades únicas é essencial, e pode ser explorada por meio de:

  • programas para lideranças femininas;
  • ações de bem-estar, saúde, segurança e melhorias nos relacionamentos dentro do ambiente de trabalho;
  • incentivo ao endoempreendedorismo feminino;
  • conscientização do público interno e externo sobre a igualdade de gênero;
  • monitoramento constante e gestão de carreira das mulheres da organização.

Inclua o tema no treinamento de funcionários

Abordar o empoderamento feminino em treinamentos para funcionários também é fundamental, visto que conscientiza todos os gêneros e demonstra que a valorização do profissional por suas contribuições e a igualdade são bandeiras que norteiam as diretrizes do negócio.

Contribuir para o empoderamento profissional das mulheres, portanto, é essencial para o sucesso do negócio, seja por meio de treinamento de funcionários, seja pelo reconhecimento justo de suas qualidades. Além disso, uma empresa que investe nesse aspecto pode dar uma importante lição ao mercado de maneira geral.

Não é de hoje que mulheres que se destacam e são valorizadas por seus diferenciais agregam mais valor a suas empresas e ganham destaque. Quer conhecer algumas delas? Então leia mais sobre 4 lideranças femininas e suas histórias de crescimento.

1 resposta

Os comentários estão fechados.