Se hoje temos muitas mulheres líderes, isso é fruto de um longo caminho de evolução do direito das mulheres no Brasil. O assunto da liderança feminina nunca foi tão discutido. É interessante conhecermos quem faz parte desse quadro para nos motivar e inspirar.

Afinal, tornar-se líder em uma área de trabalho ou atividade pressupõe o caminho da autoaceitação e do reconhecimento da própria importância. Muitas vezes, exige também o aprimoramento de talentos e inclinações em um ambiente majoritariamente masculino.

Para inspirá-la na busca por uma carreira de liderança, vou explicar como ela cresceu no país e listar algumas das mulheres líderes que podem servir como exemplo. Leia até o fim!

O crescimento da liderança feminina

No Brasil, as mulheres conquistaram o direito ao voto apenas em 1903. De lá para cá, construímos uma jornada intensa de busca por igualdade de direitos, pela possibilidade de perseguir carreiras profissionais dignas e igualdade de salários.

Hoje, o Brasil é o 10º país em número de mulheres líderes. Esse dado demonstra que muitos desafios vêm sendo superados, mas que ainda há dificuldades que os homens não enfrentam, como a dupla jornada de trabalho, por exemplo.

4 mulheres líderes e sua história

Abaixo, você encontra uma seleção das minhas 4 líderes favoritas. Tentei privilegiar as mulheres brasileiras, para que você tenha contato com exemplos mais próximos da sua realidade.

1. Melinda Gates

Melinda é cientista da computação e participou ativamente da criação de boa parte dos produtos mais famosos da Microsoft, atuando como gerente de marketing da empresa.

Ao longo da vida, dentro e fora da Microsoft, já recebeu inúmeros prêmios pela sua atuação no marketing e no desenvolvimento de produtos.

Esteve entre a diretoria do jornal The Washington Post e hoje utiliza seu reconhecimento para conseguir visibilidade para a Bill & Melinda Gates, instituição que criou com seu marido Bill Gates para combater a pobreza ao redor do mundo. Melinda também escreve livros sobre liderança feminina e empoderamento.

2. Paula Belizia

Nascida em Angola, Paula veio para o Brasil nos anos 70, quando tinha apenas 3 anos de idade. Coleciona cargos de liderança em grandes empresas, tendo sido vice-presidente de vendas da Latam e assumido em 2015 o cargo de CEO da Microsoft Brasil.

Sempre desafiadora, colocou como objetivo na empresa do Vale do Silício uma gestão que fosse transformadora e inclusiva. Hoje, figura entre as mais importantes mulheres líderes do Brasil.

3. Camila Fernandez Achutti

Camila é considerada um dos maiores talentos da sua geração. Com apenas 28 anos, é reconhecida pelo seu ativismo por mais mulheres na programação, assim como pelos prêmios profissionais que já recebeu e o conteúdo que publica.

Entre esses prêmios está o mundialmente reconhecido Women Of Vision de 2015. Ela é CEO da MasterTech, empresa que cria soluções para levar a computação às escolas e diminuir a hegemonia masculina nessa profissão.

4. Christiane Silva

Fundadora de uma divisão na Google Brasil que incentiva e defende os direitos de inclusão das pessoas afrodescendentes na empresa, Christiane é paulista e se graduou em jornalismo.

Sua atuação na empresa de tecnologia foi considerada revolucionária. Hoje, ela é responsável pelo marketing da gigante das buscas em todo o Brasil.

A liderança feminina está em notável crescimento no país. Se conhecermos alguns expoentes dessa causa, poderemos nos inspirar a transformar também nosso ambiente de trabalho, conquistando papéis de destaque como mulheres líderes.

Gostou deste artigo? Gostaria de inspirar também suas amigas e amigos com a história dessas pessoas? Então compartilhe o conteúdo nas suas redes sociais!

1 resposta

Os comentários estão fechados.