como dizer não

Saber como dizer não é uma arte que precisamos aprender não somente para melhorar as esferas de nossa vida pessoal, como também do ambiente de trabalho.

Isso mesmo! Apesar de estarmos em um mercado profissional cada vez mais competitivo, não podemos ceder a tudo com medo de sermos mal avaliados, mal vistos ou, até mesmo, substituídos. Fato é que a capacidade de dizer não quando estamos convictos de nossa atitude e apoiados por um bom embasamento faz muito bem para a imagem profissional e também para a saúde mental.

Não pode participar de determinado evento ou estará em um encontro importante com um cliente bem no horário daquela reunião? Diga não. Não pretende aceitar aquela proposta porque ela não atende às suas expectativas ou não combina com os seus valores? Diga não.

Parece mais fácil dizer aqui do que fazer na vida real, não é mesmo? Pois tenho algumas dicas que podem ajudar você a começar a praticar esse importante exercício. Veja só!

Como dizer não?

Como eu disse, saber dizer não é fundamental para a sua saúde mental, pois de nada adianta dizer sim e, depois, ficar se remoendo ou arrependido. Aos poucos, esses sentimentos podem, inclusive, desencadear doenças mais sérias, como o estresse e a depressão. Portanto, confira algumas dicas para respeitar a si mesmo e dizer não quando for preciso.

Avalie a demanda

Você não precisa deixar de ser a “pessoa que topa tudo” para se transformar naquela que só diz não, sem nenhum critério. Para que a sua posição seja válida e respeitada, é preciso, antes de tudo, avaliar a demanda.

Pese os prós e contras (tanto para você quanto para a empresa e todos os demais envolvidos na questão) e, considerando que o não é mesmo a melhor opção, basta dizê-lo, mas da melhor forma possível — como vou explicar agora mesmo.

Seja educado

Tão importante quanto a capacidade de se impor profissionalmente é a forma como você faz isso. A demanda surgiu, você avaliou e optou pelo não. Sem problemas, pois existia essa opção de escolha.

Agora, é preciso “entregar” esse não com educação, profissionalismo e, se for possível, com uma breve explicação sobre a sua decisão. Isso porque nós, seres humanos, não gostamos muito de ouvir essa palavra — desde pequenininhos! Por isso, manter o tato e uma boa postura são essenciais para que nenhuma situação desagradável seja criada.

Tenha empatia

Muitas vezes, a forma como um não é falado é muito pior do que o não em si. Por isso, a regra de ouro, não apenas nesse caso, mas em todas as vivências do ambiente profissional é saber se colocar no lugar do outro — a tão falada empatia.

Quem lhe fez uma proposta pode estar empolgado com seu sim, e receber uma resposta contrária pode deixar essa pessoa abalada. Porém, as coisas podem ser mais fáceis se você souber agir com empatia, consideração e, mais uma vez, profissionalismo.

E lembre-se: nunca deixe de dar uma resposta. Às vezes, incomodados de darmos a negativa, acabamos simplesmente não respondendo nada, deixando o interlocutor na expectativa e, depois, na frustração. Coloque-se no lugar dele: nada mais decepcionante, não é mesmo?

Quais os impactos dessa atitude em seu branding pessoal?

Quando você decepciona dessa maneira algum superior, a sua falta de resposta pode virar contra a sua imagem profissional. Ou seja, seria mais fácil dizer um não convincente do que se mostrar como uma pessoa desinteressada (o que pode até não ser, mas foi a impressão que o seu silêncio transmitiu).

Por outro lado, saber como dizer não deixa claro que você é uma pessoa que conhece os seus limites, tem consciência das demandas que pode ou não cumprir e respeita os compromissos que já marcou. Vários pontos positivos que vão ajudá-lo a fortalecer o seu branding pessoal.

Saber como dizer não é um desafio, mas também uma necessidade tanto para a sua saúde quanto para a imagem que você certamente pretende criar em sua vida profissional. Siga as minhas dicas e comece a treinar!

Está interessado em descobrir como se destacar no mercado de trabalho? Confira algumas dicas para encontrar o seu diferencial!